22.10.18

The Heart of Betrayal (Mary E. Pearson)

Ficha Técnica:
Nome Original: The Heart of Betrayal
Autora: Mary E. Pearson
Tradução: Ana Death Duarte
País de Origem: Estados Unidos
Número de Páginas: 402
Ano de Lançamento: 2016
ISBN-13: 978-85-9454-011-9 
Editora: Darkside Books

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 59º livro lido em 2018 e foi The Heart of Betrayal (Mary E. Pearson). Este livro é o segundo volume da trilogia Crônicas de Amor e Ódio que foi lançado no final do ano de 2016. Como se trata de uma sequência, com certeza esta resenha possui spoilers do primeiro livro. Como o início da trilogia foi muito empolgante e surpreendente para mim, eu fechei o primeiro livro e abri o segundo, este aqui, para seguir na história com este universo de personagens tão instigantes.

Começamos o livro no ponto em que o outro termina. Já sabemos quem é o assassino e quem é o príncipe, todos estão a caminho do reino de Venda e essa jornada não será nem um pouco fácil para os envolvidos. Lia e o príncipe são prisioneiros do Komizar, aquele quem realmente comanda o reino bárbaro. Entretanto, cada um parece ter seu plano e o príncipe tenta enganá-lo dizendo que ele se trata de um emissário de Dalbreck enviado pelo príncipe verdadeiro para negociar uma possível aliança com eles. Lia sustenta a mentira de que tem o dom de poder prever o futuro e evitar surpresas por ser primeira filha. Ela ganha o auxílio do assassino que confirma sua história e convence o Komizar de que a presença dela dentro de Venda pode lhes trazer uma vantagem, despertando assim, o interesse do líder e evitando sua morte.


Até este ponto entendemos que todos mentem, Kaden e Rafe não eram quem diziam ser e Lia precisa sustentar esta mentira para se manter viva. Desta forma, os personagens percorrem uma linha tênue entre a confiança e a verdade, fazendo que o leitor se surpreenda com cada nova escolha que pode não só colocar suas vidas em risco, mas também marcar eternamente os seus destinos.

The Kiss of Deception foi uma grande surpresa para mim e por este motivo ele conquistou um lugar entre as melhores leituras do ano. No primeiro livro temos reviravoltas, surpresas e principalmente a forma como a autora engana e leva o leitor para onde quer que seja. Por este motivo, as expectativas para o segundo livro da trilogia estavam lá em cima, mas este segundo livro me deixou um pouco desapontada.

Diferentemente do seu antecessor, The Heart of Betrayal é bastante previsível e não conta com tantas surpresas. Isso é devido ao seu ritmo lento na primeira metade, onde poucas coisas acontecem de fato. Aliás, além de não termos novidades, temos uma repetição de situações que se arrastam por quase metade do livro. Lia já está apaixonada pelo príncipe e os dois precisam fugir dali, porém este romance que até empolga no começo, se torna enfadonho conforme a trama tenta se desenvolver.


Lia cresceu ouvindo que em Venda só existiam bárbaros e pessoas sem nenhuma ética ou respeito pela vida humana e esse foi o ponto positivo do livro para mim porque ela começa a desconstruir essa imagem a partir do momento que passa a viver neste reino. Mas se eu puder destacar alguém neste livro, meu holofote vai para o Kaden por ter amadurecido e conquistado todo o meu respeito. Neste livro entendemos como ele chegou até este momento de sua vida e conhecemos seus anseios, suas motivações e as suas origens. 

Por outro lado, é preciso dizer que Rafe não é um personagem apagado na trama, porém, ele não se destaca muito durante o livro. Ele cumpre o seu papel como personagem, executando exatamente os seus planos, sem grandes surpresas. 

Neste volume da trilogia entendemos melhor sobre a criação dos reinos e o que está por trás dos Textos Sagrados que os eruditos precisavam tanto esconder para manter a fé. Também receberemos algumas respostas sobre o dom de Lia e de que forma ela pode deixar de ser só mais uma peça nos exércitos dos reinos e deixar de estar à mercê das tradições dos clãs. 


O que mais me incomodou foi o estabelecimento do triângulo amoroso. Sabemos exatamente com quem a Lia quer ficar e isso me irritou bastante porque embora seja legítimo, não existiam razões para se enrolar tanto. E claro, o romance tem um foco maior neste volume e isso me irritou porque existiam guerras e pessoas morrendo e os personagens perdendo tempo namorando.

The Heart of Betrayal para mim, sofreu do “mau do segundo livro”, ou seja, é um livro de transição arrastado e com muitos elementos que não somaram muito a aventura proposta no primeiro volume. Novamente, o livro termina com um gancho forte para o terceiro livro, mas não me senti tão entusiasmada para ler imediatamente a conclusão desta história. Claro que lerei em breve, mas no momento, ainda não é uma opção.

Vale a pena? Claro que vale, mas para quem pretende encarar a trilogia, é necessário avisar que este livro é mais lento e por isso, a história se torna muito cansativa.

Eu esperava gostar mais.


Um pouco sobre a autora: Mary E. Pearson é uma premiada escritora do sul da Califórnia, conhecida por seus outros sete livros juvenis — entre eles a série popular The Jenna Fox Chronicles. Mary é formada em artes pela Long Beach State University, e possui mestrado pela San Diego State University. Aventurou-se em trabalhar como artista por um tempo, até receber o maior desafio que a vida poderia lhe proporcionar: ser mãe. Adora fazer caminhadas, cozinhar e viajar para novos destinos sempre que tem a oportunidade. Atualmente, é autora em tempo integral e mora em San Diego, junto com seu marido e seus dois cachorros. Seus livros publicados no Brasil são:

  • The Kiss of Deception
  • The Heart of Betrayal
  • The Beaty of Darkness
  • As Crônicas de Morrighan

16 comentários:

  1. Oie, já li algumas boas resenhas desses livros da Mary.
    Porém não me animo muito a ler,não sou super fã da temática abordada. Embora Lia seja uma personagem de encher os olhos ♥

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Esse segundo livro me deixou bem desanimada para seguir com a leitura do terceiro que ainda preciso fazer. Achei a trama muito arrastada e as reviravoltas envolvendo os personagens não me agradou muito.
    Espero que a parte final dê uma melhorada.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  3. Oiiii,

    Nossa senhora eu queria muito ler esta série, desde o lançamento do primeiro livro, mas acabei enrolando e não li ainda, mas agora eu desanimei um pouco porque achei que o segundo livro ia seguir a mesma linha do primeiro. Espero que melhore e volte a ter a pegada instigante do primeiro livro, e vou aguardar as resenhas dos próximos livros pra saber se dou uma chance ou não.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ivi! :D
    Acho as capas desses livros simplesmente maravilhosas, principalmente a do terceiro volume, mas a trilogia nunca me atraiu muito, pois sempre achei que talvez ela seria mais voltada para o lado do romance do que para o lado da aventura. Ler a sua resenha foi muito útil para que eu descobrisse que o primeiro volume é bom, apesar do segundo apresentar justamente essa ideia que eu imaginava. Infelizmente também percebo esse aspecto que você mencionou sobre o "mau do segundo livro" em algumas séries e é bem triste saber que isso também se acontece nesta. Obrigada por expressar sua opinião com tanta sinceridade. Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. PRIMEIRO que as capas da darkside dispensam comentários, as edições mais caprichadas e bonitas que já vi. Eu me apaixonei pela história quando li o TKOD, certamente que tava com receio de que a qualidade e a história em si não fossem mantidas e divergissem no segundo livro. Mesmo assim... eu ainda quero muito ler esse livro. Obrigada pela resenha justa!

    ResponderExcluir
  6. olá... pena que a leitura te deixou sem muitas expectativas... particularmente não me interesso em conhecer a série, mesmo tendo visto tantas opiniões positivas acerca do primeiro titulo... mas realmente nao é minha vibe...

    bjs...

    ResponderExcluir
  7. Oi, Ivi, tudo bom?
    Eu não sei porque, mas eu nunca tive problema com os segundos volumes das séries que leio kkkk Deve ser muito frustrante, e acredito que foi para você, vir no pique do primeiro e receber um balde de água fria no segundo.
    Eu sinto o mesmo que você quando os autores focam muito no romance em livros com muita ação ou coisa acontecendo de fundo. Parece que os personagens não sabem escolher suas prioridades kkkk
    Não posso dizer muito da trama porque conheço pouco dessa história :( Mas gostei muito da resenha.

    Beijinhos
    http://ultimasfolhasdooutono.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá, Ivi!

    Eu não li a resenha do primeiro livro, então fiquei um pouco perdida, mesmo assim deu para entender um pouco. Além disso, já ouvi falar da série antes e não me surpreende que o segundo livro tenha te decepcionado um pouco. Eu li resenhas de outras pessoas que também se sentiram como você: esperavam mais e o livro se mostrou algo "morno".

    Não pretendo ler essa série. Com tantos livros na lista e necessitando de outras vidas para conseguir ler todos realmente não estou podendo perder tempo com uma história que sei que vai me decepcionar. E detesto triângulo amoroso.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Ivi! Eu tenho os três livros da coleção e ainda não li nenhum, acredita? Eu tenho lido boas recomendações e algumas nem tanto, então fico adiando sem data prevista de leitura. rsrs
    Espero tomar vergonha na cara e ler, eu acho que mesmo que ele sofra do mal do segundo livro, deve valer a pena.
    bjs!
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  10. Desejo ler muito essa trilogia, esse ano não consegui, mas ela permanece na minha lista para 2019. Estou muito curioso com essa história.

    ResponderExcluir
  11. Oi Ivi, tudo bem? Eu entendo perfeitamente quando vc acaba criando muita expectaitiva em um livro e no final ele acaba não sendo nada daquilo que se planeja.
    Não é a primeira vez que eu vejo as pessoas falando que o segundo livro não foi como esperado. E isso desanima bastante.

    Espero que no terceiro livro as coisas melhorem! Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ivi!
    Eu tenho apenas o primeiro livro dessa série na estante, comecei a ler, mas a leitura não prendeu minha atenção. Eu até gosto do gênero, mas acho que não estava no clima para a leitura. Ainda pretendo dar mais uma chance porque todo mundo elogia a série. Lerei em breve!

    Beijos,

    Rafa - Fascinada por Histórias

    ResponderExcluir
  13. Olá Ivi, tudo bom?
    Eu não sei o que acontece com o mal o segundo livro, mas isso acaba acontecendo em quase todas as séries né? Uma pena que esse segundo livro tenha pecado na transição e tenha se tornado muito previsível. Um ponto que já não curti foi essa questão do triângulo amoroso que surge só para encher páginas, já que sabemos com quem a protagonista ficará =/
    Adorei sua resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oi Ivi,
    Eu achei muito criativo no primeiro livro o mistério sobre quem era o príncipe e quem era o assassino, e agora no segundo já sabendo a resposta eu queria saber sobre o que seria essa continuação é a primeira resenha que leio, que pena que não foi tudo o que esperava e acabou caindo na maldição do segundo livro. Mas realmente, se queremos ler a trilogia inteira, teremos que passar por ele. Torcendo para o último ter fechado com chave de ouro. Ainda assim, pretendo ler.
    bjs.
    Pri.
    https://nastuaspaginas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Olá, que pena que a maldição do segundo livro se fez presente nessa história. Deve ter sido interessante isso de os personagens terem que mentir para se manterem vivos, mesmo que nem tudo tenha sido empolgante na história para você. Quem sabe o terceiro livro traz um enredo melhor?!

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?

    Parabéns pela resenha, ficou bem legal e adorei as fotos. Eu já li essa trilogia e achei bem legal, é uma pena que o segundo livro não te conquistou totalmente! Quem sabe melhora no próximo para você?
    Abraço!

    ResponderExcluir