15

O Som do Amor (Jojo Moyes)

Ficha Técnica:
Nome Original: Night Music
Autora: Jojo Moyes
País de Origem: Inglaterra
Tradução: Adalgisa Campos da Silva
Número de Páginas: 304
Ano de Lançamento: 2016
ISBN: 978-85-510-0067-0
Editora: Intrínseca

Oi gente que ama livros, hoje eu e a Kelly trazemos mais uma resenha dupla porque fizemos Buddy Read - leitura em conjunto do livro O Som do Amor (Jojo Moyes). Comentários em azul são meus e comentários em roxo, são da Kelly. Espero que gostem!

Expectativa X realidade 

Jojo Moyes é uma das minhas autoras preferidas desde “Como Eu Era Antes de Você”, então tenho bastante expectativa com qualquer livro lançado por ela. Achei a capa linda e já esperava grande relação com a música durante a narrativa, o que só foi demonstrado depois de vários capítulos. O começo é bem engraçado com o ranzinza Sr. Pottisworth, dono da Casa Espanhola, objeto de desejo de todos os personagens da história. Com a morte dele, a autora mostra como as pessoas podem mudar e a que ponto chegam na busca de um objetivo.

Eu não sabia absolutamente nada do livro, apenas que a autora da história era a Jojo Moyes e isso já era motivo para colocar as expectativas no alto. A realidade foi um enredo original, com muitos personagens que se entrelaçam no momento e na medida certa e que proporcionaram uma leitura viciante e muito satisfatória.

Os personagens principais e como suas vidas se cruzam na história. 

Laura McCarthy cuida do Sr. Pottisworth, é mal tratada por ele, mas seu marido Matt pede paciência a ela, garantindo que ficarão com a casa quando o idoso morra. Para surpresa deles, a casa é deixada para Isabel Delancey. Isabel é violinista da Orquestra Sinfônica Municipal em Londres e deixou a música para cuidar dos filhos (Kitty e Thierry), após a morte do marido Laurent, sofre para mantê-los e decide mudar de cidade para morar na Casa Espanhola.

Byron é capataz do Sr. Pottisworth e Nicholas Trent é corretor imobiliário e se interessa muito no espaço e no lago que rodeia a Casa, já idealiza um condomínio de casas no local.

Temos uma gama forte de personagens bem desenvolvidos, nos quais você consegue perceber facilmente quem vai agregar amor e ódio para a narrativa. A evolução de Isabel durante o livro é sentida de forma bem intensa. Ela começa de uma forma e encerra o livro de outra e essa transformação é muito positiva. Matt consegue extrair do leitor toda a aversão possível e embora exista um certo mistério sobre o passado de Byron, é impossível não se encantar por sua simplicidade e discrição. Laura e Nicholas tem aparições mais desbotadas, porém importantes para todo a construção final da narrativa.

O que conta a narrativa e como a história se desenvolve 

A adaptação de Isabel ao chegar a Casa Espanhola é complicada, já que a falta de estrutura é total. Kitty e Thierry também reclamam, sentem falta da casa confortável em que viviam e dos amigos que deixaram lá. Para o garoto poderia ser ainda mais difícil, já que não fala desde a morte do pai, mas se encanta com os animais de Byron e consegue conversar com o capataz.

Isabel se assusta com a quantidade de ajustes necessários na casa e Matt promete ajudá-la, oferece seus serviços de pedreiro, o que pode não ser uma boa ideia para ela, já que Matt surtou ao perceber que não ficaria com a casa. Laura se esforça para ser a esposa perfeita, mas sofre com as traições do marido.

Byron se aproxima de Isabel pela relação dele com o menino Thierry e Nicholas conhece Laura ao procurar a Casa Espanhola, então há relação entre todos os personagens durante a história.

Kitty também se aproxima de Anthony (filho de Matt), ficam bem amigos e se apoiam tanto em momentos alegres como em situações bem difíceis. 

O enredo é ágil e bem original. Temos uma casa aos pedaços sendo disputada por várias pessoas e cada um, com seu merecimento legítimo em poder possuí-la. Porém é fácil de entender quem ficará de fora da disputa e quem aguentará até o fim para ficar com a casa.

Isabel, apesar de ter que aposentar sua carreira de musicista e se sentir muito frustrada diante disso, consegue entender as prioridades e mesmo falida e sendo passada para trás, de várias formas, tem a força necessária para seguir em frente.

Valeu a pena? 

Sim, foi uma leitura bem interessante. Gostei da forma em que a autora relacionou todos os personagens e principalmente do ocorrido no aniversário de Kitty, situação muito tensa, mas que proporcionou um desfecho justo, com direito a narração extremamente descritiva. A decisão de uma das mulheres envolvidas no momento em que podia mudar sua vida me pareceu absurda, inacreditável, é minha única ressalva sobre a história.

A mensagem do livro demonstra que tudo pode mudar a qualquer momento, expõe a fragilidade da vida e a importância de aproveitar todas as oportunidades de ser feliz. 

Mais uma vez, a autora conseguiu me deixar muito feliz com sua escrita. O livro tem 304 páginas, que passaram pelos meus olhos de forma rápida porque tinha uma história consistente escrita por alguém que sabe fazer isso com maestria.

Não gostei do final de uma determinada personagem, mas isso não me ver o desfecho com o brilho que vi. Inclusive, uma cena especial nas últimas páginas, me deixaram sem fôlego, tamanha a precisão da descrição e a maneira como se encaixou dentro da história na hora certa.

Eu adorei!!
"E uma casa não pode ser responsável por nada. São as pessoas quem criam o próprio destino." –página 220
Como puderam perceber, a leitura funcionou muito bem para as nós duas e indicamos para quem gosta de uma trama familiar bem escrita, com reviravoltas e boas descrições. Não é o nosso livro favorito da autora, mas ainda assim, foi uma excelente leitura.


Um pouco sobre a autora: JojoMoyes nasceu em 1969 e cresceu em Londres.Trabalhou como jornalista por dez anos, nove deles nojornal The Independent, de onde saiu em 2002 para sededicar integralmente à carreira de escritora. Como eu era antes devocê, seu romance de maior sucesso, vendeu quase oitomilhões de exemplares em todo o mundo, ocupou o topoda lista de mais vendidos em nove países e foi adaptadopara o cinema, estrelado por Sam Claflin (Jogos Vorazes)e Emilia Clarke (Game ofThrones). Uma das poucasescritoras no mundo a ter emplacado três livros aomesmo tempo na lista de mais vendidos do The NewYork Times, Jojo mora em Essex com o marido e os trêsfilhos. Seus livros publicados no Brasil são:
  • A Última Carta de Amor
  • A Garota que Você Deixou Para Trás
  • Baía da Esperança
  • A Casa das Marés
  • Em Busca de Abrigo
  • Um Mais Um
  • Como eu Era antes de Você
  • Depois de Você
  • O Navio das Noivas
  • Nada Mais a Perder
  • O Som do Amor
Comentários
15 Comentários

15 comentários:

  1. Ola
    Amo os livros da autora e não vejo a hora de poder conferir esse também. A resenha dupla me deixou bem empolgada e é ótimo saber que foi uma boa leitura para vocês. Não tenho dúvida de que é uma leitura ágil e ao mesmo tempo envolvente, e sobre a mensagem, achei bem interessante. Espero mesmo ler logo!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oi, meninas!!!
    Único livro da Jojo que li foi o "Como Eu Era Antes de Você" há tempos.
    Quero muito ler outro livro dela, mas o tempo não deixa. rsrs... Espero poder fazer a leitura em breve.
    Muito bom quando a gente vai fazer a leitura e vai sem expectativa. A leitura se torna muito mais prazerosa. <3
    Que cena final de tirar o fôlego foi essa? Fiquei bem curiosa, mas não me conta! rsrs...
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi meninas! Eu não li este ainda, mas sendo da Jojo acho que dá pra esperar no mínimo uma boa história. Que pena que o final de uma das personagens não agradou tanto, mas acontece rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Fiquei surpreso com sua matéria, eu não sabia que a autora tinha tantos livros publicados no Brasil, e para ser sincero eu nem conhecia O Som do Amor. Fiquei bem curioso com a história, parece ser apaixonante e envolvente. Eu nunca li nada dela, mas como você expressou na matéria, ela deve ter uma escrita muito boa, então darei uma oportunidade a ela assim que eu comprar alguns de seus exemplares! ♥

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
  5. Sou fã da Jojo e tenho a maioria dos livros dela,porém ainda não tenho esse,mas em breve terei,em relação a resenha de vocês,me parece que a história tem muitos personagens,mas que bom que isso não atrapalhou a leitura de vocês,enfim,já quero esse livro!

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bem?
    Eu AMO a Jojo! Já li antes e depois de você, estou lendo A Garota que você deixou pra trás e em breve lerei "Uma carta de amor". Estou APAIXONADA pela escrita dela, e esse parece ser mais um que vai pra minha lista!

    ResponderExcluir
  7. Olá!!
    Apenas leio elogios sobre a autora, e gostaria muito de sentir a mesma fascinação por sua escrita quanto os outros, mas acredito que isso não concretizou-se já que li apenas um livro da autora, que foi Como Eu Era Antes de Você, e mesmo nesse, não consegui terminar, porque inventei de assistir o filme em mais da metade da leitura e depois simplesmente perdi o interesse em terminá-lo.
    Quanto a esse livro, gostei da premissa, mas devo dizer que não seria uma das minhas prioridades de livros da Jojo, ao passo que gostei muito da premissa de Navio das Noivas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oiiii,

    Que bom que a leitura foi familiar, eu tenho a impressão de que todos os livros da Jojo são cativantes, mas nunca tive coragem de pegar nenhum para ler, fico com aquela sensação de que não tenho estrutura emocional pra isso sabe? kkkk, mas fiquei bem curiosa pra saber um pouco mais sobre a história e quem sabe agora dou uma chance pra autora né? Rs

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?
    Eu não sabia nada sobre esse livro até ler a resenha de vocês. Da Jojo Moyes eu li apenas "Como eu era antes de você" e "Depois de você", mas tenho alguns outros que pretendo ler em breve.
    Achei a premissa desse bem interessante e acho que vou adicioná-lo na minha listinha. Tenho a impressão que vou amar alguns personagens e odiar outros kkkk. Fiquei feliz de ver que vocês gostaram do livro, mesmo não sendo o preferido de vocês.
    Adorei a resenha conjunta e achei bem legar ver como as opiniões de vocês se complementam.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oie! Tudo bem?

    Eu estou com um livro da autora aqui em casa e não vejo a hora de realizar a leitura dele! Esse livro, mais do que todos me deixou com a curiosidade a mil, ainda mais come essa capa linda e com uma violinista na frente! Fico feliz que tenham gostado da leitura e adorei a resenha conjunta!

    Bjss

    ResponderExcluir
  11. Oie...
    Amei demais a sua resenha!
    Nunca tinha lido nada da Jojo Moyes... até essa semana! Sempre tive muita vontade de ler algo dela, pois, sempre vejo excelentes comentários dela, então, decidi ler Nada Mais A Perder, porque não tinha lido resenhas dele e achei que isso era um sinal que deveria começar com ele kkk... Estou amando a história da autora, a forma que construiu os personagens e tudo mais!
    Adorei os pontos que você levantou na resenha e já anotei nos desejados ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ivi! Que excelente ideia escrever uma resenha conjunta, adorei, rs. Bom, sempre leio resenhas a respeito de livros dessa autora, porém nunca peguei realmente um livro dela para ler. Foi bom conferir as impressões de vocês duas, confesso que fiquei bem instigada para mudar isso e ler logo alguma obra dela. Quem sabe eu não comece por esse título? Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oie
    ai que bom que a autora te agradou como nas outras vezes, eu ainda não li os outros livros dela além do Como eu era antes de você, uma pena. Gostei da sua resenha e espero ler em breve

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Também gosto muito da Jojo, mas ainda não li esse livro. Acho a capa linda também. Fiquei curiosa para conhecer a Isabel, que só pela sua resenha, me deixou curiosa. Uma mãe que largou do sonho da música para cuidar sozinha dos dois filhos, já que o marido morreu... Me pareceu ter bastante drama. Espero gostar tanto quanto você.

    ResponderExcluir
  15. Li alguns livros dessa autora já, na verdade só dois, huahuha!

    Não sei se leria esse, não me agradou muito o enredo, embora os elogios aos personagens e a trama original sejam positivas. Não sei mesmo... Apesar de ter gostado dos dois livros que li, achei que foram mais polemicos e bonitinhos que esse. Gosto de livros que me trazem reflexões, no final.

    Passo a indicação!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014