19

Black: Fugir não vai adiantar (Raquel Moreira)

FICHA TÉCNICA
Nome Original: Black: Fugir não vai adiantar
Autora: Raquel Moreira
País de Origem: Brasil
Ano de Lançamento: 2015
Número de Páginas: 561
ISBN: B01674AU1Q
Editora: Planeta Literário
Havia visto comentários há algum tempo sobre esse livro e após a decisão de experimentar os 30 dias grátis do serviço Kindle Unlimited da Amazon lembrei dele novamente e foi um dos meus escolhidos (dos livros que estão disponíveis pelo serviço, posso ter 10 “emprestados” em minha biblioteca).

A capa é bem bonita e o subtítulo me chamou a atenção. A narração é alternada entre Sarah e Thomas Mai. Ela é publicitária, mora com o amigo Sam, que a protege e se preocupa por ela, já que há três anos Sarah quase morreu após ser atacada por um desconhecido invadiu seu apartamento, roubou seu celular, seu notebook e a esfaqueou. Ela tem a imagem de uma serpente na parede do seu quarto, a única imagem que se lembra de seu agressor, por sua tatuagem no peito.
"O pouco que aprendi sobre Thomas Mai é que tudo pode se tornar nada e nada pode se tornar tudo. Não vou acender uma fagulha com risco de explosão."
Ela vai a uma boate com o amigo e fica impressionada com um homem, que a ajuda. Se surpreende ao descobrir que ele é Thomas Mai, dono do restaurante Black Wolf, para o qual ela deseja fazer uma campanha publicitária. O restaurante tem ilustrações de contos infantis, algo que encanta Sarah e a faz lutar para conseguir o trabalho. 

Como já era de previsível, os dois se envolvem e devo dizer que o relacionamento deles me fez lembrar Cinquenta Tons (ele a ajuda na boate, a leva para sua casa após ela ter sido agredida por uma ex-namorada dele e ambos não querem se envolver). Thomas é rico e poderoso, teve uma namorada (Samanta) e estava prestes a se casar quando ela desapareceu. 
"Ela tem um jeito autodestrutivo que me faz querer protegê-la de si mesma e do mundo; algo frágil, que se esconde por baixo da postura de durona que tenta manter.”
Essa parte do relacionamento de Sarah e Thomas me pareceu bem cansativa, salva pelas respostas rápidas de Sarah, me interessei mais pela leitura pelos capítulos do passado de Sarah e por querer saber quem a esfaqueou e os motivos para a tentativa de homicídio.

O pai de Thomas organiza uma festa e ele a convida (outro momento MUITO Cinquenta Tons). Caroline (irmã de Thomas) tem ciúmes dele. Seu outro irmão é Julio, médico, com o qual se dá muito bem.
“O chaveiro é de metal escuro e tem formato da cabeça de um lobo. Atrás dele vem escrito “O lobo sempre será mau se você apenas ouvir a versão da chapeuzinho”. Um sorriso cresce no meu rosto  quando termino de ler a frase.
- Isso é para você se lembrar de não tirar conclusões precipitadas”.
Nos próximos capítulos começa a melhor parte da história, com o suspense e a ação que eu esperava pelo subtítulo do livro. Há uma situação de risco e os próximos trechos são surpreendentes para o casal, fiquei pensando: “como não reparei nisso?”. Os acontecimentos envolvem inclusive Samanta, a namorada desaparecida de Thomas e a trama fica bem explicada. A explicação do agressor pelos dois ataques o coloca como totalmente desequilibrado. 

A relação de amizade entre Sam e Sarah é comovente até as últimas páginas, bem verdadeira. Só senti falta da narrativa de Thomas até chegar a casa e encontrar a namorada, assim como a narrativa da vida de Sarah antes do ataque, acredito que enriqueceriam a história.

O final é bem previsível, tipo último capítulo de novela, mas vale a leitura pelos momentos tensos e pela descoberta do agressor de Sarah. Recomendo para fãs do gênero hot, que queiram também um pouco de ação e surpresa nos capítulos.


Um pouco sobre a autora: Raquel Moreira é carioca, estudante de Letras e nascida no início da década de 90. Integrante de uma família típica portuguesa que cultiva a cultura de Portugal através da dança e da música. Como uma boa pisciana, adora todos os tipos de arte e tenta transformar a paixão por viajar num hábito. Sempre foi uma leitora apaixonada e viciada em livros de suspense. Incentivada por uma professora que leu um de seus contos, começou a escrever seu primeiro livro "BLACK" e tomou gosto pela escrita. Seus autores favoritos são: Markus Zusak, Jamie McGuire, J.A. Redmerski e Robert Galbraith.
Comentários
19 Comentários

19 comentários:

  1. Olá
    Eu não conhecia esse livro, mas achei a proposta interessante, apesar de todo o clichê e final de novela. O suspense me deixou muito curiosa, assim como essas partes mais tensas, especialmente por ser um diferencial e pretendo procurar mais informações para ler a obra também.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Kelly,
    Estou querendo usar esse serviço da Amazon, mas só quando tiver o kindle, porque ler no app já está cansativo. Eu achei a estória desse livro interessante, apesar de não ter me agradado que em alguns pontos lembre cinquenta tons de cinza, pois já cansei de livros que se inspiram nele.
    Mas o mistério é que chama a atenção. A capa realmente dá a entender que será algo do gênero e já que tem uma pegada hot, que por sinal eu gosto as vezes, acho que essa é uma ótima indicação.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  3. Olá Kelly, tudo bem?
    Não conhecia a obra, mas preciso te dizer que o subtítulo é bem instigante. Entretanto, apesar disso, não me sinto impelida a ler a obra. Não me senti convencida nem curiosa, acho que o fato de o final ser um capítulo de novela, me deixou mais desanimada.
    Entretanto, como sempre, sua resenha está incrível.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  4. Olá, Kelly.
    Eu não conhecia o livro e o enredo não me despertou interesse. Eu até achei a trama um pouco atraente em alguns pontos, mas no geral eu não me interessei para a leitura. Também não curti muito essa capa.

    ResponderExcluir
  5. Oie.
    Não conhecia o livro e nem a autora, confesso que achei interesaante, porém não leria no momento, só discordo de uma coisa, a capa, kkkkk, não sou fã de capas assim de maneira alguma.
    Bjokas

    ResponderExcluir
  6. Kelly!
    Essa é minha leitura atual e estou apaixonada por Sam Sarah e Thomas! Confesso que li sua resenha com certo medinho de ver alguma parte que não cheguei ainda, mas mesmo assim senti que você gostou. Realmente estou esperando um final previsível, mas está valendo a pena.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. Oi Kelly, tudo bem?
    Adorei a sua resenha, mas não sei se faria a leitura dele. Além de contar com um final previsível e de novela, não me agrada um romance entre uma mulher e um cara rico e apesar de não ter lido 50 tons, o pouco que ouvi falar já me fez sentir aversão pelo livro e por essa história ter tantas semelhanças, acho que passaria bem longe dele. No entanto, quem aprecia o gênero, acredito que poderia gostar, apesar dos pontos negativos.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem? Eu fiquei intrigada com esse enredo e curiosa para descobrir quem é o agressor. Acho que esse suspense e a ação da trama diferenciou um pouco o que estamos acostumados encontrar no gênero HOT. Anotei sua dica.
    Bj

    ResponderExcluir
  9. Não curto muito esse gênero Hot, mas pelo que você falou do roteiro o livro vai bem além disso, o que o diferenciou muito dos outros livros do gênero e me deixou bem curiosa. Talvez o fato de ser o primeiro livro da autora tenha influenciado nessa falta de narrativa por parte de um personagem, mesmo assim parece que foi um livro bem escrito, mesmo sendo clichê. Vou deixar esse livro salvo aqui para uma futura leitura, achei bem diferente. Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Não gosto do gênero hot e só o fato de te lembrar cinquenta tons em alguns momentos já fez com que eu me desinteressasse. Aí ainda veio esse final previsível pra me deixar com ainda menos vontade de ler. A única coisa que me chamou atenção no livro foi a amizade entre Sam e Sarah, mas isso não é motivo suficiente para eu querer ler.

    ResponderExcluir
  11. Oii, tudo bem?
    Eu tenho que admitir que gosto muito de livros que envolvam suspense e um romance quente, mas no momento eu estou meio saturada, pois parece que todos seguem a mesma linha, sabe? Mas a premissa do livro é muito interessante, e mesmo que ele tenha um final bem previsível, eu fiquei com vontade de o ler.

    ResponderExcluir
  12. Ola Kelly,
    Vc acabou de me deixar supresa. EU AMEI ESSE LIVRO! Achei muito surpreendente e e muito bem escrito. A autora nos faz lutar para ver os protagonistas juntos. Nao vi semelhança alguma com Fifty Shades, o livro não tem como tema principal o BDSM. Isso me remeteu a uma conversar que tive com alguns amigos. Todos os livros que tem sexo e um cara poderoso são classificados como copias de 50 tons. Seguindo essa linha, todos os romances históricos são copias da Austen? Todos os livros sobre magia copiam Harry Potter?
    O que mais me encantou foi a riqueza de detalhes em cada capitulo. Vc se sente dentro do livro e isso é incrivelmente raro, so grandes autores conseguem. Corri para adquirir mais livros dessa autora e descobri q esse é seu primeiro. Já estou ansiosa pelos próximos.
    Enfim, eu super recomendo!
    Abraço

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Oi!

    Olha, achei bem interessante essa trama, para falar a verdade. Eu não conhecia a autora e nem mesmo o livro. Fiquei deveras curiosa para desvendar todos esses mistério entre Sam Sarah e Thomas. Achei engraçado você achar alguns pontos em comum com 50 tons de cinzas, embora eu não tenha lido a obra na íntegra, pelo pouco que vi e ouvi, pareceu ter semelhanças mesmo.

    Em todo caso, vou anotar a dica e espero ter a oportunidade de ler.
    Parabéns pela resenha!
    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  15. Oiii tudo bem??
    Te falar que a capa não me chamou a atenção e nem o nome, mas lendo sua resenha, me deu uma curiosidade para ver quem é o agressor, essa semelhança em 50 tons, talvez eu consiga ler ele graças a sua dica.
    Abraços

    ResponderExcluir
  16. Oiii Kelly, tudo bom??
    Eu nunca tinha ouvido falar nem do livro e nem da autora e confesso que a capa não me chamou nada a atenção e nem o nome. Se eu encontrasse em uma livraria com certeza não o compraria, acho que o fato do romance não ter convencido, essa agressão. Sei lá, mas enfim, gostei muito da sua resenha e do modo como você coloco as coisas

    ResponderExcluir
  17. Oi Kelly, tudo bem?
    Eu sou louca para ler esse livro, mesmo que ele seja um pouco previsível, eu adoro um bom livro hot e esse traz um romance intenso. Adorei sua resenha e os pontos positivos dele, com toda certeza irei atrás muito em breve!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  18. Posso concordar em discordar?
    Esse livro é um dos melhores nacionais que eu já li! Nao vi nada de cinquenta tons nele, mas vai de pessoa pra pessoa ne? O suspense é de matar e te prende até o fim. Cada página é um suspiro diferente de amor, surpresa, ansiedade e calor. Opa! A autora castigou com a decisão de quem shippar. Foi difícil viu? Tanto Tomas quanto o Sam são de cair de joelhos. Quem não leu, pode confiar, vale muito a pena .

    ResponderExcluir
  19. Obs. Chuva de spoilers na resenha. Cuidado quem for ler!

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014