A Razão do Amor (Ali Hazelwood)

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2023

Ficha Técnica:

Nome Original: Love on the Brain
Autora: Ali Hazelwood
País de Origem: Estados Unidos
Tradução: Raquel Zampil
Número de Páginas: 344
Ano de Lançamento: 2021
ISBN-13: 9786555653991
Editora: Arqueiro
SKOOB | GOODREADS | Compre na AMAZON

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 14º livro lido em 2023 e foi A Razão do Amor (Ali Hazelwood). Li um livro da autora ano passado, gostei bastante e esperando a mesma experiência, parti para essa leitura com a mesma expectativa.

O livro nos traz a Bee Königswasser que tem uma carreira acadêmica indo de mal a pior. Quando surge um processo seletivo para liderar um projeto de neuroengenharia da Nasa, ela se faz a pergunta que sempre guiou sua vida: o que Marie Curie faria? Participaria, é claro. Depois de conquistar a vaga, Bee descobre que precisará trabalhar com Levi Ward – um desafio que a mãe da física moderna nunca precisou enfrentar.

Tudo bem, Levi é alto e lindo, com olhos verdes incríveis e aparentemente, está sempre pronto para salvá-la quando ela mais precisa. Mas ele também deixou bem claro o que pensa de Bee quando os dois estavam no doutorado: rivais trabalham melhor quando estão cada um em sua própria galáxia, muito, muito distantes.

Quando o projeto começa a ficar conturbado, Bee não sabe se é seu córtex cerebral lhe pregando peças, mas pode jurar que Levi está apoiando suas decisões, endossando suas ideias e devorando-a com aqueles olhos. Só de pensar nas possibilidades, ela já fica com os neurônios em polvorosa. Quando chega a hora de se decidir e arriscar seu coração, só há uma pergunta que realmente importa: o que Bee Königswasser fará? 

Dois cientistas serão colocados para trabalhar juntos, Levi e Bee. O grande problema? Ela acha que ele não a suporta, porque parece evitar a todo custo qualquer tipo de proximidade. O fato? Esse pensamento é errôneo, não passou de um mal-entendido.

Quem leu “A hipótese do amor” vai notar aqui grande semelhança. O primeiro fez muito sucesso e senti que a autora aproveitou o mesmo cenário, mesmos plots e reproduziu nesse livro. Até uma fala, em específico, no mesmo contexto. Para mim não foi um problema porque eu amei o livro anterior, a questão é que ela repete os mesmos erros e isso incomodou de novo, como por exemplo, repetir sistematicamente que o protagonista masculino é alto.

A história é bem desenvolvida, o livro é fofo em vários níveis e o casal possui uma conexão e química bem convidativa, o que faz a leitura fluir. A Bee é uma profissional excelente e inteligentíssima, conquista o seu espaço e gosto da maneira como ela se impõe.

O final poderia ter sido mais impactante, ter passado mais emoção ou eu que sou exigente demais e não curto muito finais corridos. Assim como no livro anterior, o final também é bem rápido e eu prefiro quando as coisas são resolvidas com mais calma e sem pressa, porque senão um momento muito esperado pelo leitor simplesmente passa num piscar de olhos.

De um modo geral, esse livro me agradou mais que o anterior porque teve mais nuances e a autora inseriu algumas coisas que agregaram bastante na narrativa, inclusive, dados biográficos de Marie Curie, uma física e química polonesa naturalizada francesa, que conduziu pesquisas pioneiras, abrindo portas para muitas mulheres trabalharem no campo das ciências.

Enfim, gostei bastante!



Um pouco sobre a autora:
Ali Hazelwood é autora de comédias românticas em que as protagonistas são mulheres das áreas de ciências, tecnologia, engenharia e matemática. Ph.D. em neurociência, ela também tem vários artigos publicados – nos quais infelizmente ninguém dá uns amassos e o “para sempre” nem sempre é feliz. Nascida na Itália, ela morou na Alemanha e no Japão antes de se mudar para os Estados Unidos. Quando Ali não está no trabalho, pode ser encontrada correndo, fazendo crochê, comendo doces ou assistindo a filmes de ficção científica com seus dois soberanos felinos (e o marido um pouco menos felino).

Seus livros publicados no Brasil são:
  • A Hipótese do Amor
  • A Razão do Amor
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ivi Campos

47 anos. De todas as coisas que ela é, ser a mãe do André é a que mais a faz feliz. Funcionária Pública e Escritora. Apaixonada por música latina e obcecada por Ricky Martin, Tommy Torres, Pablo Alboran e Maluma! Bookaholic sem esperanças de cura, blogueira por opção e gremista porque nasceu para ser IMORTAL! Alguém que procura concretizar nas palavras o abstrato do coração.




.

Colunistas

sq-sample3
Kesy
sq-sample3
Kelly
sq-sample3
Laís

Facebook

Instagram

Lidos 2024

Filmes

Meus Livros

Músicas

Youtube


Arquivos

Mais lidos

Link-me

Meu amor pelos livros
Todas as postagens e fotos são feitas para uso do Meu amor por livros. Quando for postado alguma informação ou foto que não é de autoria do blog, será sinalizado com os devidos créditos. Não faça nenhuma cópia, porque isso é crime federal.
Tecnologia do Blogger.