Evidências de uma Traição (Taylor Jenkins Reid)

terça-feira, 27 de setembro de 2022

Ficha Técnica:

Nome Original: Evidence of tte Affair
Autor: Taylor Jenkins Reid
País de Origem: Estados Unidos
Tradução: Alexandre Boide
Número de Páginas: 101
Ano de Lançamento: 2021
ISBN: B09LJZN7GG
Editora: Paralela
SKOOB | GOODREADS | Compre na AMAZON

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 73º livro lido em 2022 e foi Evidências de uma Traição (Taylor Jenkins Reid). Eu estava guardando este livro para quando soubesse de um lançamento da autora. Como já temos um novo livro dela no Brasil, já posso ler esse que estava no meu kindle há um bom tempo.

Temos uma novela, uma obra maior que um conto, mas menor que um livro e que traz a Carrie e o David como protagonistas em uma trama epistolar. Eles trocarão cartas e nos farão entender do que se trata essa história que se passa nos anos 70. A forma como a Taylor criou uma história de traição tão simples e tão cheia de nuances em tão poucas páginas é instigante. Se eu já me achava fã da autora, eu estou em outro nível agora. Um pequeno surto para vocês: “Evidências de uma traição” se passa no mesmo universo que “Daisy Jones”, e, por tabela, nos de “Os Sete maridos de Evelyn Hugo” e “Malibu Renasce”, já como uma determinada personagem é mencionada nominalmente. É uma DELICIA encontrar esses pequenos easter eggs nos livros da Taylor. 

Carrie é casada com o médico Ken Allsop e a carta que abre o livro já mostra o seu motivo por existir: ela desconfia que Ken começou um caso com Janet Mayer, esposa de David. Se você está se questionando o motivo pelo qual eles se comunicam por cartas, é simples: acompanhamos as cartas entre dezembro de 1976 até abril de 1978, e isso faz toda, toda diferença para a trama porque precisamos entender que Carrie é uma mulher que escolheu se casar e construir sua vida em torno do marido, do trabalho dele e da família que teriam. Mas, infelizmente, Carrie não consegue engravidar por mais que vá a consultas médicas e faça exames, o que destrói sua autoestima e faz com que acredite que ela influencie na decisão do seu marido começar um caso depois de viajar para uma conferência médica.

Carrie acreditava que tinha um bom casamento, que o marido era um bom homem que a amava realmente, mas quando encontra cartas de Janet na pasta dele, Carrie começa a tentar entender os motivos que a levaram até ali, fazendo com que perdesse pouco a pouco a única vida que conhece em seu casamento de 10 anos. Recém-chegada aos 30 anos, sem filhos, com um casamento desmoronando, tendo seguido o marido pelo país e saído de sua cidade natal, Boston, para morar com ele na Califórnia (onde a trama se passa), Carrie escreve para David tentando descobrir o que deveria fazer, sem imaginar o impacto que iria causar na vida do outro. É assim que David descobre que sua esposa Janet, mãe de seus 4 filhos, está lhe traindo.

A partir daí, é uma profusão de sentimentos que não sei nem explicar direito. Acho que só lendo para entender, já como os dois se sentem despedaçados e sem forças para confrontarem os respectivos cônjuges. A amizade cresce entre os dois, chegando ao ponto de abrirem seus corações e falarem sobre suas desilusões e esperanças de que aquele momento tão terrível passe. David é um professor de escola que leva uma vida bastante simples: vai do trabalho para casa, sem muito romance em sua vida, somente preocupado em cuidar dos filhos, a quem ama acima de todas as coisas. A ideia de se separar e perder o crescimento dos filhos beira o insuportável para ele, enquanto Carrie continua sofrendo e sentindo a indiferença do marido.

É desesperador ver a tristeza de David e Carrie, que parecem conformados com o que o destino reservou para eles, a delicadeza e a forma como eles se tornam mais e mais necessários um na vida do outro, extrapolando as páginas das cartas para uma amizade no mundo real. Tudo isso me ganhou de todas as formas. Também podemos ler algumas poucas cartas entre Ken e Janet encontradas pelos traídos, nas quais Janet confessa que não aguenta nem mais beijar o marido. A traição chega ao ponto dos dois de marcarem uma viagem para o 4 de julho (tradicional feriado norte-americano pela independência), no qual decidirão realmente como agir para conseguir os divórcios e aproveitarem a vida juntos. Confesso que nessas alturas já queria que uma bomba caísse na cabeça e explodisse o Ken e a Janet inteirinhos com aquela falta de responsabilidade emocional deles, mas há uma reviravolta no livro que justifica todas as atitudes de Carrie e deixa o leitor sem chão.

Pelo menos foi a minha reação. Eu adorei a leitura, embora a história tenha me incomodado demais e não sei se é um livro que pode agradar todo mundo, mas que nos mostra o quão brilhante é essa escritora.

Dias depois de ter concluído a leitura, ainda não sei falar sobre todos os sentimentos que tive, apenas sei que Taylor é incrível e que quero ler tudo o que ela escrever e publicar.


Um pouco sobre a autora:
Taylor Jenkins Reid é autora de vários romances de sucesso. Seus livros foram indicados como melhores livros de verão pela People, pela Cosmopolitan, pela Glamour, pelo Buzzfeed, pelo Goodreads e outros veículos. Ela mora em Los Angeles com o marido, a filha e o cachorro. 

Seus livros publicados no Brasil são:
  • Daisy Jones and The Six
  • Em Outra Vida, Talvez?
  • Os Sete Maridos de Evelyn Hugo
  • Amores Verdadeiros
  • Depois do Sim
  • Malibu Renasce
  • Pra Sempre Interrompido
  • Evidências de Uma Traição
  • Carrie Sotto está de Volta
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ivi Campos

46 anos. De todas as coisas que ela é, ser a mãe do André é a que mais a faz feliz. Funcionária Pública e Escritora. Apaixonada por música latina e obcecada por Ricky Martin, Tommy Torres, Pablo Alboran e Maluma! Bookaholic sem esperanças de cura, blogueira por opção e gremista porque nasceu para ser IMORTAL! Alguém que procura concretizar nas palavras o abstrato do coração.




.

Colunistas

sq-sample3
Kesy
sq-sample3
Kelly
sq-sample3
Laís

Facebook

Instagram

Resenhas

Filmes

Meus Livros

Músicas

Youtube


Arquivos

Twitter

Filmes

Mais lidos

Link-me

Meu amor pelos livros
Todas as postagens e fotos são feitas para uso do Meu amor por livros. Quando for postado alguma informação ou foto que não é de autoria do blog, será sinalizado com os devidos créditos. Não faça nenhuma cópia, porque isso é crime federal.
Tecnologia do Blogger.