15.11.19

Minha Vida (Não) é uma Comédia Romântica (Lola Salgado)

Ficha Técnica:
Autora: Lola Salgado
País de Origem: Brasil
Editora: Kindle 
Número de Páginas: 347
Ano de Publicação: 2018
ISBN: B07KPRGWGK

Oi gente que ama livros, hoje venho com a resenha do 81º livro lido em 2019 e foi Minha Vida Não é uma Comédia Romântica (Lola Salgado). Esse é o terceiro livro da autora que leio este ano e sem dúvida, enquanto ela publicar eu lerei suas histórias que versam em gêneros diferentes e sempre nos trazem protagonistas muito reais, que poderiam fazer parte do nosso dia a dia de tão críveis que são.

O livro nos traz a Chloe, uma jovem negra de 25 anos que ainda não se encontrou em alguns pontos importantes da vida. Mora com a família, trabalha com telemarketing depois de ter abandonado duas faculdades e ainda não experimentou a felicidade de amar e ser amada. Ela tem um melhor amigo, o Tales e eles compartilham muitas coisas há mais de dez anos e são o apoio certo um do outro quando as coisas não estão fáceis. De todas as coisas ainda não estabelecidas na vida de Chloe, a que mais a incomoda é a questão amorosa porque ela quer muito se apaixonar e viver um relacionamento saudável, recíproco e que a faça feliz plenamente. Chloe corre atrás disso o tempo todo, seja por aplicativos de encontro, flertando no trabalho, esbarrando em rapazes bonitos por aí. Ela sempre imagina o quanto sua vida será boa se puder viver algo assim.

Um dia Chloe destrata uma cigana que se interessou para ler sua mão na rua e essa cigana joga uma praga nela. Como sua vida emocional nunca dá certo, ela acredita que é a praga da cigana que a impede de ser feliz. Porque além de tudo realmente não estar muito bem, o seu melhor amigo arruma uma namorada e ela imagina que até a amizade de Tales será perdida. 

Sem pressa e no tempo certo, vemos Chloe amadurecendo sua visão de vida. Com os pés no chão e  coragem, ela começa a entender algumas coisas que mudam a sua vida. Ela entende que não precisa de uma faculdade para se encontrar profissionalmente, descobre um talento pessoal que pode ajudar muitas pessoas e até se sustentar com isso. Visualiza sua independência, cogita a oportunidade de  morar sozinha e o melhor de tudo, descobre o amor de uma forma natural e muito especial. 

Sem sombra de dúvida, o romance foi a melhor parte do livro para mim, desenvolvido com carinho, sem facilidades narrativas e aconteceu de uma forma tão bem construída que foi impossível não ficar com o coração quentinho. Mas todos os outros elementos da trama são impressionantemente bons também. A questão da independência, da necessidade de assumir suas escolhas e poder bancá-las de forma adulta foi algo muito relevante para a personagem. A autoaceitação e a forma como isso poderia ajudar quem estava por perto também é construído de forma inteligente e orgânica, somando um toque muito importante ao enredo.

Enfim, adorei a leitura! Como chick lit, o livro tem todos os elementos do gênero, com a nossa brasilidade e a característica deliciosa de uma autora que consegue passear por gêneros distintos e sempre entregar algo muito bom ao final. Sou declaradamente fã da autora e sem dúvida, ela é uma das melhores no nosso contexto literário contemporâneo.

Adorei!!!


Um pouco sobre a autora: Lola Salgado acredita fervorosamente que o sushi foi a melhor invenção da humanidade. Paranaense, ela gosta dos dias mais frescos, de café amargo e de histórias que mexem com seus sentimentos. Está em um relacionamento sério com os livros desde que se entende por gente e escreve porque alguém certa vez lhe disse que é assim que se faz magia. Escorpiana nascida em novembro de 1993, Lola publicou seus primeiros livros na plataforma Wattpad, onde ganhou o prêmio internacional Wattys com uma de suas obras. Na Amazon, seus livros ultrapassam 10 milhões de leituras. Alguns de seus livros publicados são:
    • Sol em Júpiter
    • As Pequenas Coisas
    • O Advogado
    • A Linguagem do Amor
    • O Acusado
    • Tentador
    • Quando Tudo Ruir
    • Minha vida (não) é uma comédia romântica

Nenhum comentário:

Postar um comentário