25.9.21

Layla (Colleen Hoover)

Ficha Técnica:
Nome Original: Layla
Autor: Colleen Hoover
País de Origem: Estados Unidos
Tradução: Priscila Catão
Número de Páginas: 299
Ano de Lançamento: 2021
ISBN-13: 9786555872033
Editora: Galera Records

Oi gente que ama livro, hoje venho com a resenha do 70º livro lido em 2021 e foi Layla (Colleen Hoover). Sou fã da autora e estava curiosa para ler este livro que é o primeiro sobrenatural que ela escreve. 

O livro nos traz a Layla, uma jovem tranquila e alegre que no dia do casamento da irmã, em um hotel no interior dos Estados Unidos, conhece o músico Leeds e existe uma conexão muito positiva entre os dois. Eles conversam, se entendem e logo a atração surge entre os dois e entendemos que um será o amor da vida do outro. Porém, sua ex-namorada Sable, decide por um fim nessa relação atirando no casal. Após o acidente, Layla fica com sequelas neurológicas graves, o que altera seu comportamento. Para melhorar as coisas entre eles, Leeds decide levar Layla ao mesmo hotel em que se conheceram para uma viagem romântica, para relembrarem os momentos marcantes que viveram juntos, mas acontecimentos inexplicáveis sugerem a presença de algo sobrenatural.


O livro então se desenvolve em Leeds tentar entender o que está acontecendo no hotel que agora é apenas uma imensa casa vazia ao mesmo tempo que precisa preservar Layla desta confusão porque teme por sua instabilidade emocional e ao longo do enredo, vamos entendendo junto com o personagem o que é e qual o objetivo destas manifestações inexplicáveis no lugar.

A narrativa têm vários pontos de virada, porém dois se destacam. O primeiro é o crime, porque ele muda a relação de Layla e Leeds de uma forma significativa, é perceptível como eles perdem a sintonia inicial, sendo compreensível por conta do trauma que viveram, mas, ainda sim é estranho ler essa mudança tão repentina. E quando eles retornam para a pousada, a relação deles continua morna, e vai esfriando, parecendo que algo está fora do lugar, sem a paixão e desejo no começo da narrativa. Assim a história segue até as páginas finais, aonde temos o segundo ponto de virada, que soluciona todo o mistério, fazendo as peças enfim se encaixarem.

Apesar de livro se chamar Layla, durante a leitura a sensação que tive foi que a protagonista foi sendo deixada de lado na história até que tudo fosse esclarecido no final. Com aparecimento de Willow, Leeds assume um comportamento protetor e sensível, não mantendo o mesmo padrão com Layla. Isso fez o personagem muitas vezes ter comportamentos convenientes e pontuais de acordo com que ele descobria em relação ao mistério e Layla.


Layla traz uma história de amor além da vida que tem seus momentos tocantes, mas sem muitas novidades, contendo muitas repetições dos fatos na narrativa e tendo alguns pontos que poderiam ser melhorados. Para uma primeira experiência no gênero, acredito que a autora foi bem-sucedida, mas seus livros de romance são bem mais consistentes e envolvente.


Queria ter gostado mais.


Um pouco sobre a autora:
Um pouco sobre a autora: Colleen Hoover é uma escritora norte-americana que começou a escrever romances de forma independente e atingiu números de vendas impressionantes.

No Brasil, seus livros publicados são:

MÉTRICA
PAUSA
ESTA GAROTA
UM CASO PERDIDO
SEM ESPERANÇA
EM BUSCA DE CINDERELA
O LADO FEIO DO AMOR
TALVEZ UM DIA
NOVEMBRO 9
NUNCA JAMAIS
NUNCA JAMAIS PARTE 2
CONFESSE
É ASSIM QUE ACABA
TARDE DEMAIS
AS MIL PARTES DO MEU CORAÇÃO
VERITY
SE NÃO FOSSE VOCÊ
TALVEZ AGORA
ATÉ O VERÃO TERMINAR
LAYLA

Um comentário:

  1. Aprecio a coragem da Colleen Hoover de se lançar em um novo gênero literário.
    Apesar de você dizer que foi bem escrito, não me animei muito a ler.

    Danielle Medeiros de Souza
    danibsb030501@yahoo.com.br

    ResponderExcluir