5

A Vez da Minha Vida (Cecelia Ahern)

Ficha Técnica:
Nome Original: The time of my life
Autora: Cecelia Ahern
País de Origem: Irlanda
Tradução: Ronaldo Luis da Silva
Número de Páginas: 384
Ano de Lançamento: 2012
ISBN: 978-85-8163-012-0
Editora: Novo Conceito
Skoob | Goodreds

Conheci a autora pelo livro P.S. Eu Te Amo (lindo!), li Simplesmente Acontece e gostei (filme BEM diferente do livro), não gostei de O Livro do Amanhã, mas, ainda assim, fui procurar outros títulos de Cecelia Ahern.
“Fez um pequeno resumo de sua jornada e disse em seguida: “Lembre-se de que a felicidade é uma forma de viajar, não um destino”. – página 62
A primeira leitura de 2017 foi escolhida por curiosidade pelo título e me pareceu bem pertinente por ser início de um novo ano, então comecei o livro com bastante expectativa. Lucy Silchester narra sobre o recebimento de carta que marca um compromisso.  O original da carta é que o compromisso é com a sua própria vida, mas Lucy sempre está ocupada com outras coisas ou pessoas e desprezou duas cartas anteriores. O encontro é similar a uma entrevista, ela é confrontada o tempo todo por um homem esquisito sobre suas reações e atitudes em diversas situações vividas.
.
Lucy mora sozinha em um apartamento pequeno e tem um Fusca 1984 chamado de Sebastian. Sua família é rica, extremamente preocupada com as aparências e Lucy tem relação difícil com o pai, só encontra apoio no irmão Riley e ainda é apaixonada pelo ex-namorado, Blake. Ao tentar contato para localizar uma empresa de limpeza, Lucy conversa e mantém contato com um homem a quem chama de Don Lockwood (personagem do filme “Cantando na chuva”), assim como chama sua “vida” de Cosmo Brown, outro personagem do filme. 
“Por que você acha que as coisas acontecem, afinal? Há resultado, repercussões e ocorrências para todos que conhece e tudo o que você diz”. – página 139.
Algo que me incomodou bastante no início foi o fato de Lucy mentir sobre vários fatos, o que me levava a questionar o tempo todo se os fatos realmente aconteceram ou era simplesmente a forma dela contá-los, já que segundo sua visão o resultado final não era alterado, mas um trato com sua vida faz com que a personagem evolua.

O argumento do livro é extremamente original, enquanto lia pensava em como seria a sensação de ser “confrontada” pela minha vida. Lucy é engraçada e divertida, o que contrasta com sua família tradicional e interessada em manter o status. Tanto Cosmo como Don são personagens bem coerentes, que não hesitam em demonstrar os erros de Lucy durante toda a história, mas também a apoiam em situações difíceis e a incentivam a melhorar sempre.
“Se você tem um sonho, você deseja, ao menos, ser capaz de alcançá-lo de alguma forma”. – página 194
O livro trata de encontrar equilíbrio entre cuidar de si mesmo e das pessoas importantes em sua vida. Aborda a questão de julgar sem conhecer ou saber os dois lados ou todos os fatos e demonstra que uma pequena mentira pode desencadear uma sucessão de informações falsas que afetam a sua vida para sempre. A mãe de Lucy é exemplo de que as pessoas podem mudar, porém, com outros personagens é possível perceber que há pessoas que não mudam independente do que seja feito ou aconteça e que por fim, há aquelas que já não são como imaginamos. 

Senti falta de destaque maior a personagem Claire, acredito que o detalhamento de sua história teria enriquecido o livro. Leitura interessante e diferente, recomendo! 


Um pouco sobre a autora: Cecelia Ahern é irlandesa e formou-se em Jornalismo e Meios de Comunicação. Aos 21 anos escreveu seu primeiro romance, P.S. Eu te Amo, que se tornou best-seller imediatamente e foi adaptado para o cinema — assim como Simplesmente Acontece. A Lista, O Presente, O Livro do Amanhã e A Vez da Minha Vida também são best-sellers em todo o mundo. Suas obras foram publicadas em 46 países e já venderam, ao todo, mais de 13 milhões de cópias. Ela vive em Dublin com sua família. Alguns livros publicados no Brasil são:
- P.S. Eu te amo
- O Presente
- O Livro do amanhã
- A Vez da minha vida
- A Lista
- Como se apaixonar
- O ano que te conheci
- Simplesmente Acontece
- Imperfeitos
Comentários
5 Comentários

5 comentários:

  1. Oi, Kelly!
    Eu adorei "P.S. Eu te amo" e também não curti "O livro do amanhã". Depois deles eu não li mais nada da autora. Esquisito e muito interessante isso de ser confrontada pela própria vida...

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não li nenhum livro dela, mas assisti ''P.S. Eu Te Amo'' e foi uma história muito linda!
    Amei a sua resenha, quero muito conhecer essa história.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Olá! Adorei a resenha, até agora não li nenhum livro da autora, mas já ouvi falar muito dela principalmente pelo livro "P.S Eu Te amo", que eu só assisti ao filme. Gostei da frase “Lembre-se de que a felicidade é uma forma de viajar, não um destino”.

    Bjs, Dri

    ResponderExcluir
  4. Amo Cecelia. <3
    Comprei esse livro na BF e ainda não li. Gostei da sua resenha e gostei do tema que o livro aborda.

    Beijos. | * Blog PS Amo Leitura *

    ResponderExcluir
  5. Kelly!
    Tive oportunidade de ler esse e os outros livros da autora e apesar de ter gostado de todos, esse foi o livro que mais mexeu comigo pelo fato de me fazer questionar o tempo todo o que estava fazendo de minha vida? E pude repensar e mudar vários dos meus comportamentos...
    “O saber se aprende com os mestres. A sabedoria, só com o corriqueiro da vida.” (Cora Coralina)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014