4

Tag: Sono Literário - Bel Sanz


Essa tag foi criada pelo canal do Cabine Literária e eu adorei responder. Mais uma tag legal para vocês, espero que gostem.
- Um livro que dá sono: Tão chato que você desmaiou de sono em cima do livro.
É muito difícil eu desistir de um livro, o máximo que pode acontecer é se o livro não me prender logo de cara, eu deixar ele de lado um tempo, ler outros livros e depois retornar. Esse período pode ser curto, longo ou muito longo, mas eu sei que vou retomar a leitura. Porém, que eu me lembre agora, tem dois livros que eu abandonei e não pretendo continuar, que são: “O Senhor das Moscas”, de William Golding e “Quase memórias”, de Carlos Heitor Cony.
"O senhor das moscas” parece a série LOST, que eu também não gostei. Um grupo de meninos de um colégio interno é mandado de avião, se não me engano para Londres, na época pós-guerra. O avião sofre uma pane e cai em uma ilha. Não foi nenhum adulto com as crianças e somente algumas delas sobreviveram ao acidente. Isso vamos descobrindo no decorrer da leitura porque no começo da história não explica nada, até ai tudo bem, as crianças estão um pouco desnorteadas com o ocorrido e acredito que o autor quis nos colocar no lugar delas, descobrindo aos pouco sua nova realidade. Um grupo de meninos menores de idade que precisam se unir e sobreviver em uma ilha. O autor vai nos mostrando a personalidade de cada criança e cada uma vai assumindo uma função. Pela sobrevivência as crianças regridem e vivem como selvagens. É mais ou menos assim a história do livro. Eu não gostei porque achei que o autor demorou muito para engrenar, o livro acabou não me prendendo. O livro ganhou muitos prêmios, é tido como um clássico da literatura, porém, cada vez mais acredito que prêmios e o livro ser considerado um clássico não faz dele um livro interessante, esse não é o primeiro dessa categoria que eu não gostei. Desisti da leitura um pouco depois da metade, e até esse ponto a leitura foi totalmente arrastada. Chato, me deu sono demais e no fim eu resolvi dormir mesmo.

"Quase memórias” parece um diário de Carlos Heitor Cony, onde ele fala de seu pai morto, da relação que eles tiveram, dos sentimentos contraditórios, das alegrias e tristezas que passaram juntos e nos mostra o quanto ambos eram cúmplices. Outro livro que ganhou prêmios, inclusive como melhor romance do ano. Meu Deus! Está ai mais uma prova de que prêmios não dizem muito sobre a qualidade da leitura. Ele pode até ser bem escrito, tecnicamente falando, o que é compreensível já que o autor é jornalista, mas em relação a conteúdo a meu ver não merecia ser o melhor romance do ano. Não conseguiu me prender a história de pai e filho. Esse eu desisti antes de chegar a metade.

- Um Livro que tira o sono: O livro é tão bom que você não conseguiu parar de ler e virou a noite lendo.
“Pássaros Feridos”, de Collen McCullough. A história tem início no século XX, quando um casal e 7 filhos vão viver em uma fazenda de propriedade da irmã do pai das crianças, uma senhora viúva e sem filhos, e a história termina meio século depois quando Meggie, a única menina entres os 7 filhos do casal conhece o grande amor de sua vida, o padre Ralph de Bricassart. Ele vive em uma pequena paróquia em uma cidade no interior da Austrália e tem sonhos ambiciosos de ir para o Vaticano, e vive o dilema de ir ao encontro de seu sonho quando é chamado para ir para o Vaticano, ou viver seu amor com Meggie.
Leiam o livro para saber qual a decisão dele e se envolver pelo conflito dos dois. Uma leitura que vale a pena, que prende do começo ao fim. Um romance sem ser água com açúcar e é uma  história de época que sempre adoro. Faz muito, muito tempo que eu li e nunca consegui esquecer esse livro. Li em uma semana, dia e noite, sempre que eu podia. Cheguei a virar noite lendo e foram pouquíssimos livros que me fizeram isso, houveram outros depois desse, mas pelo tempo que eu já li, escolho esse para figurar essa tag.
 - Um livro que é um pesadelo: O livro mais assustador que você já leu.
“Horror em Amityville”, de Jay Anson. É a história de uma família que compra uma casa na cidade de Amityville, EUA. Um casal e três filhos pequenos vivem nesta casa por apenas um mês, esse foi o tempo suficiente para eles saírem da casa desesperados dizendo que nela existia uma entidade do mal. O casal descobre que antes deles viveu uma outra família na casa – um casal e cinco filhos. Um dia, enquanto todos dormiam um dos filhos mais velho assassinou os pais e os quatro irmãos matando-os com uma espingarda. O jovem explicou que ouvia uma voz que o ordenava cometer os assassinatos.
A história prende totalmente, uma vez que o autor conta em detalhes as experiências vividas pela família antes da fuga desesperada. Histórias de terror não me impressionam, pelo contrário, eu amo esse gênero literário, mas confesso que esse livro me fez dormir alguns dias com a luz acessa. E pra dizer a verdade, estou desenvolvendo essa tag de madrugada e já estou arrependida, deveria ter feito isso na parte da manhã. Agora eu quero um copo d’água e quem vai buscar para mim?!
Esses foram os livros que me deram sono, me tiraram o sono e contribuíram com meus pesadelos. E quais são os de vocês? Vou adorar que me respondam, quem sabe tem algum livro que eu ainda não conheça e possa me interessar!


Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Oi, Ivi!
    Apesar de ter te dado sono, já estou correndo atrás do livro do Cony. Acho que me identifiquei, sei lá... Espero não me decepcionar também.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carla,
      A ideia do filme do Cony não é ruim, mas a narrativa é muito arrastada, sem emoção, eu pelo menos não consegui acompanhar a dinâmica dele com a história, mas, claro, pode ser que outras pessoas tenha esse livro como um dos melhores lidos. Leia sim, e tire suas conclusões, mas volte pra contar :)
      Bjs e obrigada pelo comentário.

      Excluir
  2. Oi Bel!
    Achei a tag muito legal e criativa! Gostei da sua seleção de livros <3 Esse Pássaros Feridos parece ser bem interessante, vou procurar pra ver se encontro. Gosto muito do gênero de terror, mas tirando Stephen King e alguns outros, tenho pouquissimo contato com livros assim (ao menos agora pude adquirir alguns!), nunca li Horror em Amityville, só os filmes, mas acho que vou adorar ler (apesar do medo depois hahahahah)
    um livro que sempre tive curiosidade é O Exorcista, dizem que quem ler pode ser afetado hahahahah um amigo leu e ficou com palpitação de medo, parece promissor <3
    quanto aos livros de dar sono, a lista pra mim é enorme hahahaha mas como não gostei de Lost também, capaz de pensar igual quanto a esse que mencionou, não me atraiu.
    eu volto outro hora <3
    Um ótimo domingo!
    Pan's Mind - Resenha A Noite dos Mortos-Vivos - John Russo
    Monetizando na Web

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Eu não tenho as histórias românticas como meu gênero preferido, são poucas as que me fazem gostar do livro e são menos ainda os que eu coloco no meu top 10 literário. Pássaros Feridos é um dos poucos que figura nessa lista, e o primeiro entre os romances. Quando pedem indicações de romances com certeza esse é o primeiro que penso.
      Se terror/suspense é o seu estilo preferido não deixe de ler Horror em Amityville. O filme é ótimo, mas o livro muito mais profundo. O exorcista eu tb não li, só assisti o filme, mas tb tenho muita vontade de ler. Gostaria muito que o Darkside Books lançasse O Exorcista, infelizmente não é deles os direitos do livro, mesmo assim pretendo comprar para minha coleção de livros de terror :)
      Obrigada pele comentário.
      Bjs

      Excluir

 
♥ Meu Amor Pelos Livros ♥ - Todos os direitos reservados © 2014